Quetta Paquistão

Quetta, a antiga Shalkot, localiza-se no leste do Paquistão, bastante próxima da fronteira com o Afeganistão. Se entrar no país vindo do Irão é provável que passe aqui, mas é uma paragem pouco provável para quem visite desde a Índia ou para quem voe directamente para o Paquistão.

O seu nome provém do pachto, significando “fortaleza”. Essa é uma função natural da Quetta, pela sua localização.

Em termos de segurança Quetta tem sofrido com a proximidade do Afeganistão e é provável que as autoridades paquistanesas condicionem a visita da cidade por parte de viajantes ocidentais.

De qualquer, tendo essa oportunidade, forma valerá a pena considerar dar uma vista de olhos pelos locais mais icónicos da cidade. Os seus bazares são interessantes, especialmente para quem se interesse por tapeçaria, e encontrará o principal junto à avenida Jinnah.

O Museu Arqueológico, aberto todos os dias das 9:00 às 15:00 merece uma visita, assim como o Museu Geológico.

O forte de Quetta, também conhecido como Forte de Sandman, foi construído pelos britânicos em 1867, sendo actualmente administrado pelo Departamento de Arqueologia e Museus do Governo do Paquistão.

Um dos lugares mais encantadores na zona de Quetta é o lago Hanna, a uns 10 km da cidade.